terça-feira, 6 de dezembro de 2016

CONVOCAÇÃO

A Diretoria do SEDUP/PL vem CONVOCAR em conformidade com seu Estatuto Social, SEUS ASSOCIADOS e, em oportuno CONVIDAR a TODOS OS DEMAIS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE PAÇO DO LUMIAR, a participarem de uma ASSEMBLEIA GERAL em caráter Extraordinária, designada para o DIA 10 DE DEZEMBRO DE 2016 ÀS 9h a ser realizada no CONVENTO DO MAIOBÃO, localizado na Avenida 04, esquina com a Av. 08, Conjunto Maiobão (Ponto de referência, UEB Monteiro Lobato).

A Assembleia terá como pauta
  1. Deliberação de anistia, com efeito, apenas para o pleito eleitoral de escolha da nova Diretoria no dia 20/01/2017.
  2. Orientação Jurídica sobre: Faltas, Greve, Ação Trabalhista e outros – Advogado do SEDUP – Dr. Antonio Carlos.


Na oportunidade, serão feitas novas Filiações e recolhidas as Contribuições dos Associados.

Informamos ainda, que as deliberações sobre casos omissos serão tomadas no local do evento pela maioria dos Presentes. 

Saudações Sindicais e um forte abraço. 
 


Paço do Lumiar, 06 de dezembro de 2016.

James Marreiros de Souza- Presidente
___________________________________________________
Confira o Edital

INFORME-SE, PARTICIPE E DIVULGUE!

Gestão A CONQUISTA É DE TODOS!

terça-feira, 29 de novembro de 2016

CONVITE - AUDIÊNCIA PÚBLICA


O SEDUP participará por meio de seu Presidente, o Sr. James Marreiros de Souza e todos demais membros deste Sindicato que queira fazer parte deste momento, o que será uma honra para nós.

Esta Audiência acontecerá hoje, dia 29 de novembro, às 17h, no Auditório da Faculdade IESF de Paço do Lumiar/MA, localizada na Avenida 14, Quadra 02, Lote 18, Bairro Maiobão, ocasião em que serão recebidas manifestações que contribuam com o aperfeiçoamento dos serviços judiciais e cartorários prestados nos Municípios de Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar.

A sessão será presidida pelo Ouvidor Judiciário do Estado, o Des. Ricardo Bugarin Duailibe.

Veja o material divulgado e convite para este evento.


Saudações sindicais.

Informe-se, Participe e Divulgue!

- A DIRETORIA -

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

CONVOCAÇÃO ELEITORAL

A Diretoria do SEDUP/PL vem por meio deste, em conformidade com seu Estatuto Social,  tornar público a homologação dos nomes dos membros para constituírem a Comissão Eleitoral deste Sindicato, em CONSONÂNCIA AO NOSSO ESTATUTO no que diz no Capítulo VI – ELEIÇÕES, PROCESSOS ELEITORAIS, POSSE E MANDATOS.

NOME
Cartejane Bogea Vieira Lopes
Diego Marinho Pereira
Michelle Cristina Silveira Queiroz

Em oportuno, informamos que a ELEIÇÃO OCORRERÁ NO DIA 20 DE JANEIRO DE 2017 NO CONVENTO DO MAIOBÃO, das 9:00h às 17:00h.

OBSERVAÇÃO: As Inscrições das Chapas devem ser feitas junto à Comissão Eleitoral, em conformidade com o Estatuto Social do SEDUP, até dia 20/12/16, sendo que nos dias 02, 09, 16 e 20 de dezembro de 2016 a Comissão Eleitoral manterá uma Secretaria no Convento do Maiobão, das 9:00h às 17:00h, somente para este fim.

Saudações Sindicais e um forte abraço. 


Paço do Lumiar, 18 de novembro de 2016.


______________________________
JAMES MARREIROS DE SOUZA
PRESIDENTE

______________________________________________________
Confira o Edital.


INFORME-SE, PARTICIPE E DIVULGUE!

Gestão: "A CONQUISTA É DE TODOS!"

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

GREVE NACIONAL - Educação em luta!

A Diretoria deste Sindicato convida a todos os trabalhadores da educação pública de Paço do Lumiar para aderirem à Greve Nacional no dia 11 de novembro de 2016.


Na oportunidade será discutida a PEC 241 pela manhã (9:00h) no Auditório do SindEducação e pela tarde um Grande Ato na Praça Deodoro em defesa da Educação e de seus Servidores com a participação e organização das Centrais Sindicais e dos Sindicatos da grande Ilha de São Luís (Paço do Lumiar, Raposa, São José de Ribamar e São Luís), também a participação de outros Sindicatos.

Participe em defesa do Servidor Público, venha fazer a diferença conosco e lembre-se:

JUNTOS SOMOS FORTES!

A HORA É AGORA!

Informe-se, Participe e Divulgue!

Gestão: A Conquista é de Todos!

terça-feira, 1 de novembro de 2016

CONVOCAÇÃO

A Diretoria deste Sindicato convoca a TODOS SEUS ASSOCIADOS a participarem de uma Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no próximo sábado, dia 05 de novembro de 2016 a partir das 8:30h no Convento do Maiobão.

Confira o Edital de Convocação:

Informamos ainda, que na oportunidade serão feitas novas filiações e recolhimento de contribuições de seus associados.

INFORME-SE, PARTICIPE E DIVULGUE!

Saudações sindicais.

- A DIRETORIA - 

domingo, 16 de outubro de 2016

Reitor da UFRJ, mostra didaticamente como a PEC 241 vai ter o efeito de uma bomba de nêutrons na educação pública brasileira.

Roberto Leher, reitor da UFRJ, mostra didaticamente como a PEC 241 vai ter o efeito de uma bomba de nêutrons na educação pública brasileira.
O congelamento dos gastos sociais por vinte anos é a realização dos sonhos dos economistas neoliberais encastelados na Casa das Garças.

Por Nocaute em 14 de outubro às 14h49



Esta proposta de emenda constitucional preocupa muito a Universidade brasileira e a educação pública de uma forma geral e, podemos ampliar, a própria concepção de Estado Social no país.

Porque a PEC 241 tem como objetivo o congelamento de gastos num contexto em que a taxa de juros vai aumentando o bolo tributário destinado ao pagamento de juros e serviço da dívida. O que significa congelar, portanto? Permitir o aumento permanente de gastos com a dívida, e ao mesmo tempo teremos que reduzir drasticamente os gastos com o Estado Social.

Tanto é verdade que os próprios estudiosos que vêm propondo esta medida, como os intelectuais conservadores organizados na Casa das Garças, como o economista Edmar Bacha, de que é necessário modificar a Constituição para que o ajuste fiscal tenha o alcance e a profundidade necessários.

O que que significaria hoje mudar a Constituição? Fundamentalmente o fim da gratuidade das universidades públicas; teríamos a desvinculação de receitas tributárias para a educação e saúde, uma redução da universalidade do SUS, o que significa obviamente que o SUS deixaria de ser um sistema universal, e a desvinculação dos benefícios sociais da seguridade em relação ao salário mínimo. Em suma, um conjunto de medidas que expressa de forma contundente uma quebra nos principais direitos sociais assegurados na Constituição Federal de 1988.

Então, estaremos dentro de um contexto de muita diversidade para os direitos sociais do país, e a educação pública seguramente em risco.

Um cenário catastrófico, porque a expectativa da área econômica é de que com o congelamento nós teremos uma redução dos gastos públicos da ordem de 1,5% do PIB num espaço de dois anos. Então, pensando aí num cenário de dez anos teríamos, por baixo, uma queda de gastos sociais da ordem de 7 a 8% do Produto Interno Bruto, o que obviamente inviabiliza toda possibilidade de manutenção de um sistema público de educação, de saúde, previdência social, enfim das políticas sociais de uma forma geral.

É importante destacar que hoje o gasto educacional no Brasil – todo o gasto, somando os municípios, os estados, tudo – temos aproximadamente 5,5% do Produto Interno Bruto. Então, dá para imaginar a escala do que significaria hoje termos uma perda de verbas públicas da ordem de 7% do PIB num prazo de dez anos.

Diante de um quadro de corte dessa proporção, como está previsto pela PEC, nós teremos seguramente dificuldade de manter as universidades como instituições públicas, e esse é o objetivo.

É por isso que quando apresentaram o planejamento da PEC 241 já estava previsto no debate e no encaminhamento político dos defensores dessa medida, o fim da gratuidade.

Em outras palavras, como o Estado deixaria de financiar as universidades públicas, teríamos um peso crescente do custeio feito pelos próprios estudantes. O que é uma aberração em termos dos princípios constitucionais e republicanos, porque temos outras alternativas para cobrança de mensalidades, como por exemplo uma tributação proporcional à renda e ao patrimônio. O imposto progressivo responderia às necessidades de receitas para a manutenção das universidades.

É importante destacar que isso no Brasil tem repercussões graves, não só na formação humana, mas também na produção do conhecimento, na medida que o grosso da ciência no Brasil é desenvolvido, o fundamental da ciência no Brasil é desenvolvido hoje nas universidades públicas. Que são responsáveis por mais de 85% da pesquisa no Brasil.

Então, desmontar a universidade pública significa também desmontar toda a expectativa de futuro em relação à ciência e tecnologia. Os povos necessitam de conhecimento, necessitam de ciência, de tecnologia para poderem forjar uma outra perspectiva para o bem viver.

Temos desafios estruturais hoje na humanidade, como as mudanças climáticas globais, o futuro da água, os recursos hídricos de uma forma geral. Nós temos desafios no campo da energia, da educação básica, da saúde pública, temos as viroses se espalhando pelas diversas partes do planeta. E precisamos ter ciência para entendermos como é que funciona a zika, como é que podemos atuar, produzir fármacos, vacinas, etc.


Todos os povos precisam de conhecimento, enfim, para ter uma melhor intervenção na natureza, na sociedade, e isso vai colocar o país numa situação profundamente neocolonial. Tal como aconteceu no colonialismo na África, em que as universidades foram fechadas, foram impedidas de vicejar, nós teremos uma situação na mesma proporção, caso de fato essa PEC seja aprovada. Seria um processo de desmonte profundo da educação pública e de um precioso patrimônio que temos, do povo brasileiro, que são suas universidades públicas.
____________________________________________
FONTE: https://www.nocaute.blog.br/brasil/roberto-leher-reitor-da-ufrj-mostra-didaticamente-como-pec-241-vai-ter-o-efeito-de-uma-bomba-de-neutrons-na-educacao-publica-brasileira.html#.WAEfSkh5xV4.facebook

INFORME-SE, PARTICIPE E DIVULGUE!

- A DIRETORIA -

Dia do Professor


Diante da atual conjuntura de retrocesso e desvalorização do Profissional Professor, É PRECISO MANTER A LUTA E ACIMA DE TUDO, A UNIÃO.

Uma mobilização mais forte se torna necessária e urgente, onde a sociedade civil, os governantes e principalmente os Professores(as), uma vez que, direitos a nível municipal e até nacional estão se perdendo.

Diferenças devem ser abandonadas em prol do bem da Categoria.

Parabéns a todo Professor(a) que leciona por amor e paralelo a isto, busca a Valorização da Carreira;

Parabéns a todo Professor(a) que quando detém o poder nas mãos, não legisla em benefício próprio, que não trai a Categoria e nem persegue aqueles que o ajudaram a chegar onde chegou;

Parabéns a todo Professor(a) que não foge à luta por valorização e, mesmo sem condições de trabalho, o faz com esmero e transmite conhecimento a seus semelhantes na esperança e certeza que se tornarão cidadãos de bem;

Parabéns a todo Professor(a), em especial aos de Paço do Lumiar, pois sem seu trabalho, tudo seria pior.

Saudações sindicais, um forte abraço e que Deus nos abençoe, estes são os votos da Diretoria deste Sindicato (SEDUP) que reafirma seu compromisso com cada um pela valorização da Categoria.


Gestão: “A CONQUISTA É DE TODOS!”